sábado, 16 de dezembro de 2017

Bolachas de queijo com azeitonas e nozes

Embora não esteja ainda de "volta" a 100%, não pude deixar de partilhar estas deliciosas bolachinhas. Já as fiz por duas vezes e foram sempre muito apreciadas. Para quem gosta de queijo são mesmo uma tentação. Fiz as minhas em forma de estrela, devido à quadra em que estamos, mas podem ser feitas ao gosto de cada um.

A receita vi na página do Facebook da Sílvia ( As  minhas perdições).


Ingredientes:

250 gr de farinha
150 gr de manteiga
175 gr de queijo ralado ( usei de S. Jorge )
50 gr de azeitonas pretas
30 gr de nozes
sal q.b ( não usei pois o queijo e as azeitonas já têm sal)



Bimby:

Colocar todos os ingredientes no copo e programar 30 segundos / vel 6. Forme uma bola e deixe repousar no frigorífico durante 15 minutos.


Método tradicional:

Numa tigela juntar a farinha, o queijo ralado, a manteiga aos pedacinhos, as nozes trituradas e as azeitonas picadas. Misture bem. Forme uma bola e deixe repousar no frigorífico durante 15 minutos.


Estique a massa com o rolo e corte bolachas nas formas pretendidas.

Proteja um tabuleiro com tapete de silicone e coloque lá as bolachas.


Leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 12 minutos ou até que estejam lourinhas.


Deixe arrefecer e guarde-as numa caixa própria para bolachas.



Agora é só deliciarem-se. Espero que gostem.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Licor de romã


Costumo sempre fazer alguns licores pelo Natal ( ou quando ele se aproxima). Para mim, esta tarefa lembra-me sempre que a época mais bonita do ano está quase aí. Na minha casa era também  tradição. Ainda nos dias de hoje, a minha mãe faz sempre o licor de tangerina, por exemplo, que é sempre muito apreciado . Eu , embora tenha o meu preferido ( o de café que já publiquei aqui), não tenho por hábito beber licores. Não quer dizer que não o faça em certas ocasiões especiais, mas por norma, os licores duram praticamente de um ano ao outro, o que só os torna mais saborosos e apurados. Todavia, gosto imenso de os fazer.

Este ano resolvi experimentar o licor de romã. Nunca tinha provado e  como a romã aparece pelo Natal e é uma fruta muito bonita, pensei em fazê-lo.



Modo de fazer:

bagos de duas romãs
250 ml de aguradente

Deixam-se os bagos de infusão na aguardente durante um mês.De vez em quando, agita-se o recipiente, para que a cor e o sabor se vão libertando.

Calda:

500 ml de água
500 gr de açúcar

Vai ao lume durante 10 minutos até que o açúcar derreta por completo. Quando arrefecer, junta-se a aguardente coada , descartando os bagos. Caso tenha evaporado um pouco, acrescenta-se mais um pouco de aguardente, mas depende se queremos um licor mais ou menos forte. Filtra-se com um filtro próprio para licores ou então usando um pedaço de algodão.

       
(Imagem da Net)


Guardei nesta garrafa que reciclei com motivos de Natal. Agora é só deixar repousar e servir pelo Natal a familiares e amigos.



Espero que gostem.


quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Pausa



De vez em quando preciso fazer uma pausa aqui no blog. Neste momento, está a ser muito difícil, quer fazer novas postagens, quer visitar os cantinhos dos amigos que sempre simpaticamente , tiram um pouco do seu tempo para deixarem aqui mensagens que me deixam muito feliz.

Não sei quanto tempo irá demorar esta pausa, embora não costume ser muito longa. O tempo e os meus afazeres   profissionais e pessoais irão ditar a sua duração.

Na página do facebook irei pondo " imagens de arquivo", apenas para a manter mais ou menos ativa.

A todos o meu sincero agradecimento. Sem o vosso constante feedback e carinho ,já teria desistido há muito. Não posso, no entanto, esquecer as bonitas amizades virtuais que fui criando ao longo deste tempo. São pessoas fantásticas que ,com carinho e dedicação, nos mostram as suas partilhas e com quem muito tenho aprendido.

Até breve.

Imagem relacionada

                                                                ( imagem da net)

domingo, 15 de outubro de 2017

Bolo Andaluz

Tenho andado um pouco afastada aqui do blog. A verdade é que não tenho feito nada de novidade na cozinha. No entanto, hoje é domingo e domingo significa sempre um miminho doce.

Vi este bolo no blog da amiga Nina ( O meu pensamento viaja) e fiquei logo rendida aos seus encantos. A Nina é sempre uma fonte de inspiração. Lá encontramos sugestões e ideias para (quase) tudo , desde o que vestir, à remodelação de espaços, a decoração e claro, receitas deliciosas como a que hoje trago.
























80 gr de farinha
125 gr de manteiga
250 gr de açúcar
125 gr de amêndoa
125 gr de noz
5 ovos
umas gotas de baunilha
1 colher de chá de fermento em pó


-Ralar as amêndoas e as nozes. Reservar.

-Bate-se a manteiga com o açúcar e a baunilha até a mistura ficar cremosa. Pode ser feito na batedeira,mas eu , como sempre, fiz na Bimby. São 3 minutos, vel 5.

-Juntam-se os ovos, um a um, batendo sempre e depois a amêndoa e as nozes picadas.

- Acrescenta-se a farinha com o fermento e bate-se 30 seg, vel 5.

Vai ao forno pré-aquecido a 180º durante 45 minutos. Deixa-se amornar e desenforma-se.
















































O paninho foi pintado por mim e imita o bordado regional. Acho que ficou bonito, não concordam?

O bolo é delicioso. Espero que gostem.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Bacalhau gratinado


Gosto de bacalhau de qualquer forma.É mesmo o meu peixe preferido, eu que não gosto de quase peixe nenhum. No entanto ,bacalhau agrada-me sempre. Claro que há mil e uma maneiras de o preparar. Esta é apenas mais uma. Rende bastante e, se tivermos os ingredientes necessários já todos preparados, é relativamente simples de preparar.

























Receita inspirada nesta daqui:

( para 4 pessoas)


4 cebolas picadas e meladas em azeite e pimenta vermelha
600 gr de bacalhau cozido e desfiado, sem peles nem espinhas
6-8 batatas
2 cenouras cozidas
4 ovos cozidos
alhos picados ,pimenta moída e salsa a gosto
chouriço picado a gosto


Cozem-se as batatas e as cenouras durante 5 minutos na panela de pressão. Devem ficar cozidas, mas ainda firmes.

Num tabuleiro colocar as seguintes camadas:

-metade da cebola
-batatas às rodelas
-cenoura às rodelas
-bacalhau
-chouriço picado ( esqueci-me desta parte, rsrs)
-ovos cozidos às rodelas
-alhos picados , salsa e pimenta q.b.








Repetem-se as camadas, polvilha-se tudo com mais alho picado, salsa e calda de pimenta. Rega-se tudo com azeite.



Por fim, cobre-se com molho béchamel:

500 ml de leite
50 gr de manteiga
40 gr de farinha ( usei Maizena, mas pode ser trigo sem fermento)
sal, pimenta e nóz-moscada q.b

Na Bimby programa-se 8 minutos, temp 90º, vel 4.

Pelo método tradicional: derrete-se a manteiga, junta-se a farinha e mexe-se tudo. Vai-se juntando o leite aos poucos, mexendo sempre para não formar grumos. Deixa-se cozinhar até a mistura engrossar. Tempera-se de sal, pimenta e nóz-moscada a gosto.






Vai ao forno a 200º até ficar dourado.




Espero que gostem.












domingo, 1 de outubro de 2017

Quadradinhos de maçã com crumble

Gostei tanto destes quadradinhos que já publiquei aqui, que resolvi fazê-los novamente, mas com algumas alterações. Estes foram recheados com maçã e canela e polvilhados com amêndoa. Ficaram igualmente deliciosos. O meu marido até disse que eram melhores do que tarte de amêndoa, e ele adora tarte de amêndoa!
























Base:

250 gr de farinha
100 gr de açúcar amarelo
1 ovo
125 gr de manteiga
umas gotas de baunilha

Batem-se todos os ingredientes e colocam-se numa forma untada e protegida com papel vegetal.

Leva-se ao forno a 180º durante 20 minutos.

Recheio:

2 maçãs descascadas, descaroçadas e cortadas às rodelas finas ( usei a mandolina).

2 colheres de sopa de farinha de arroz

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sobremesa de canela ( ou a gosto)

Por cima da base já cozida, coloca-se a maçã e polvilha-se com o açúcar, a farinha de arroz e a canela.



Crumble:

100 gr de açúcar amarelo
100 gr de manteiga
100 gr de farinha de trigo
100 gr de flocos de aveia

Bate-se tudo até formar um crumble que se espalha por cima da maçã. Por fim, espalha-se amêndoa a gosto. Vai de novo ao forno durante 25 minutos.


Deixa-se arrefecer, desenforma-se e corta-se aos quadradinhos.








































































Não é exatamente uma sobremesa pouco calórica,mas o domingo pede sempre algo especial e esta é deliciosa.

Espero que gostem.

domingo, 24 de setembro de 2017

Pudim de ananás

A receita original deste pudim é com gelatina de maracujá. Por cá, infelizmente, não consegui encontrar gelatina com este sabor , mas, como se costuma dizer, quem não tem cão caça com gato e lembrei-me de o fazer com o fruto rei cá da ilha, o ananás. Este pudim tem a vantagem disso mesmo, ou seja, de poder ser feito com o sabor de gelatina que se preferir. Com morangos , por exemplo, deve ficar muito bom também. É bastante fácil e rápida de se preparar.






































Receita daqui:

400 ml de leite
2 carteiras de gelatina de ananás
1 lata de leite condensado
1 pacote de natas ( 200 ml)

Calda:

1 fatia de ananás cortado aos cubinhos
1/2 chávena de açúcar
1/2 chávena de água

Método tradicional:

Aquecer o leite num tacho quase até ferver. Adicionar a gelatina e mexer bem. Acrescentar o leite condensado e as natas e bater bem ( por exemplo no copo misturador) e vazar  o preparado numa forma untada com um pouco de óleo. Levar ao frigorífico durante umas horas ( ou de um dia para o outro).


Bimby:

Colocar o leite no copo e programar 5 min/ 90º/ vel 1.
Juntar a gelatina e bater alguns segundos, vel 4.
Acrescentar o leite condensado e as natas e bater 30 seg/ vel 5.

Vazar o preparado numa forma untada. Usei uma forma de silicone . Levar ao frigorífico durante umas horas ( ou de um dia para o outro).

Desenformar ( é bastante fácil de desenformar e nem é preciso aquecer a forma) e cobrir com a calda de ananás.



Calda:

Juntar os ingredientes num tacho e levar ao lume durante 10 minutos. Deixar arrefecer e colocar por cima do pudim.

Nota: na Bimby são 10 min/ temp 100º/ vel 2.
















































Espero que gostem.